Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÕES

Olhos fechados, corações abertos, sentimentos navegam e desabrocham em um mar de volúpias......
Paixões desenfreadas, buscas eternas de  prazeres, carinhos e amores......
Vidas paralelas, junções impossíveis, distâncias atormentantes, procuras infindáveis......
Gritos presos na garganta, gemidos inaudíveis, sussurros abafados pelo tempo, pela distância, pela falta de você......
Meu íntimo, minha mente já não mais acreditam na razão, na justiça......
Perguntas e indagações não mais param de corroer minha cabeça, que infelizmente, respostas não possui......
Que razão tão importante levaria dois corpos que se querem, seres que se entregam completamente em pensamentos, a viverem tão distantes um do outro......
Que crime, que pecado, que coisa tão proibida haveriam de realizar no simples e singelo ato de amarem-se, de entregarem-se um ao outro......
Sentimentos de falta, de perda, de impotência, tomam conta de meu ser......
Perguntas faço, mas respostas não obtenho, a procura pela razão de tudo isso é contínua, sem no entanto encontrar explicação convincente......
Clamo por justificativas plausíveis, mas apenas o silêncio, a intolerância, o descaso me respondem......
Vida ingrata e traiçoeira, que permite a aproximação de dois corpos sedentos, inebriados e contagiados pela febre contagiante do amor, e após como se fora a coisa mais simples do mundo, lembra-os que o cotidiano, o mundo real, a distância, jamais consentirá tal relacionamento amoroso......
Tua ausência me atormenta, arremessa-me para um mundo sem objetividade, inerte, insensível e intocável......
Sinto falta de teu corpo, de tua respiração, de tuas mãos a tocarem-me carinhosamente em busca do pleno prazer, da entrega e do êxtase......
Nossos corações, nossos corpos, nossos sentimentos já não mais sobrevivem um sem o outro......
Procuro-te, como você a mim, busco em tua lembrança a única forma de novamente sentir-me feliz, ativo, jovem e apaixonado......
Oh vida! Afasta de mim esse peso tão oneroso de carregar, permita-me vivenciar tudo que sinto neste momento......
 Deixa-me ser novamente feliz, permita-me sentir por completo todas as emoções e sensações de uma verdadeira paixão......
Permita-me novamente sonhar, não crie obstáculos em um sentimento tão puro e belo......
Permita-me novamente amar e ser correspondido por este amor insano, proibido e delicioso de vivenciar......
sgtcardoso
Enviado por sgtcardoso em 04/07/2005
Código do texto: T30891
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sgtcardoso
Biguaçu - Santa Catarina - Brasil, 54 anos
515 textos (20942 leituras)
1 e-livros (84 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:38)
sgtcardoso