Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AZIMUT

   
Olho o horizonte em que o sol se recosta
Quente alaranjado, incendeia a campina
Beijando o chão, se vai depois da encosta
Em seu lugar, sobe a fria neblina

Deita, Astro rei, dá seu lugar à lua
Que estende o mais belo manto cintilante
Brilha tão bela, tão viva, tão nua
No ar se espalha, odor inebriante

Flores noturnas, pequenas a abrir
Pássaros dormem e eu penso em voce
Chora meu peito sem poder dormir
Saudade pesa, nem sei bem porque.
Once Upon a Time
Enviado por Once Upon a Time em 15/07/2005
Reeditado em 15/07/2005
Código do texto: T34533
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Once Upon a Time
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
120 textos (5515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:21)
Once Upon a Time