Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades

Madrugada ... O sol desponta.
Por entre as brumas,
Esta a nascer !

Manhã, no berço minh'alma
Suave qual plumas
Começa viver!

Viver ... Infantil idade ...
Até a aurora
A gente não pensa !

Viver, se sente saudade,
Do tempo lá fora,
 Distancia imensa !

Saudades apenas saudades ...
Por que viver do passado,
Longe ausente ?

Viver, sim, da verdade !
Pura, sem fado,
Só do presente!
marinho
Enviado por marinho em 21/07/2005
Código do texto: T36556
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
marinho
Descalvado - São Paulo - Brasil, 67 anos
146 textos (78702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:00)
marinho