Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Recordar

Como é bom recordar
e ao passado voltar,
para de novo encontrar,
pessoas e, certo lugar.

Aquele lugar onde a gente,
podia sonhar ternamente
e esperar simplesmente,
por uma vida diferente.

Pessoas que eu gostava;
meus pais, que tanto amava;
irmãos, com quem brigava;
amigas, com as quais brincava.

Me vejo na igreja a rezar...
Indo a praça passear...
Ao fim da ladeira chegar...
profundamente respirar...

Minha casa lá ficava,
na rua que tanto amava,
onde em criança brincava,
e tão feliz eu sonhava.

De manhã, a janela abria,
para o sol então, sorria;
passarinhos cantar ouvia
e ao céu canto me unia.

Quanta vida existia...
Esperança muita havia,
na garota que crescia
e para o futuro sorria!

Muitas vezes eu chorava,
em meu quarto ficava,
pois nada me alegrava
e tudo importunava.

Me punha assim a escrever;
sobre o que sentia, dizer,
meus versos a fazer,
não deixando ninguém ver.

Dos meus sonhos falava.
Se triste, eu chorava.
Se feliz exultava!
Assim a vida passava.

Vida cheia de alegrias
e recordando aqueles dias,
lembro o poeta que dizia:
“- Eu era feliz e não sabia!”

Daize Dorça, 24/07/1980.
Daize
Enviado por Daize em 26/07/2005
Código do texto: T37948
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daize
São Paulo - São Paulo - Brasil, 76 anos
55 textos (3837 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:10)
Daize