Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INSPIRAÇÃO E PAIXÃO

Parei!
Mas pensei...
Naquela cerra bairrista...
Mentes fugiam da Ignorância
E como bomba explodia m’ ânsia
Acamada na minha essência criativa...

Que extraordinário morro
Que neste meditar de Setembro
Roubei, sem querer fazer o gorro
E sei que não morro nem cubro

Minha inspiração
Atraiçoou a deliberação
Que em mim incitava a incitação
Tal que nem imaginas do vulcão

Mas sabes mesmo porquê
Dessa macambúzia inspiração
Sei que não tens, nem canção
Para a poesia te dizer o que vê

Somente sei que
Quando lá estive
A pressa de ombaka
Me recordava a promessa
Do beijo que fizeras naquela cubata

A minha visão passava
Na penitenciária do cavaco
Paraíso recheado de ardores
Entre homens condenados e sem
Dores pelos guardas destemidos!
Mil lágrimas se perdiam dos meus olhos...

Tal dia de sol timido
Em que crianças desfavorecidas
Brilhavam como se fossem astros
E aos homens resolutos lutavam que maestros
Para os ensinar lições do universo ido...
Nkazevy
Enviado por Nkazevy em 08/09/2005
Reeditado em 29/03/2007
Código do texto: T48704
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nkazevy
Benguela - Benguela - Angola, 30 anos
168 textos (11338 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:28)
Nkazevy