Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coisa mais triste

ela a porta jà me aguardava o retorno
seu olhar encontra o meu numa só alegria
reparo os cabelos e anelo, as mãos, o beijo macio
me desarmo o cansaço em seus afagos.

a criança de teus braços aos meus salta ansioso
acaricia-me a face e acochega-se ao meu pescoço
me convidencia travessuras e venturas do dia
olha-me, namora-me, teu presente predileto.

nem me desfaço a armadura por inteiro
a enlaço os braços e conduzo a calmos sonhos
que me relatarão num sorriso pueril, contigo brinco

adormecido o filho, volto-me a ela saudades
conto-lhe meu dia e ouço tua lira, religioso. E a amo... Embebecido trêmulo levanto, e triste - era tudo sonho,
                                                    febres.
mahsoliva
Enviado por mahsoliva em 09/09/2005
Código do texto: T49059
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mahsoliva
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
5 textos (107 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:17)
mahsoliva