Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha filha


Minha filha:

Filha que bom, que tu voltastes, para casa.
Tua ausência já causava, uma grande dor.
Na distancia sofri calado, eu sofri sozinho.
Pois me faltava você, me faltava, seu calor.

Hoje eu tenho você de volta, minha criança.
Você devolveu a minha vida o amor, alegria.
De abraçá-la novamente, e dizer minha filha.
Que bom que está aqui, já não es, esperança.

Hoje é realidade, sei que não irás novamente.
Nós nos precisamos, só unidos, nos amamos.
Vamos dar ao futuro, a chance, de nos julgar.

Filha eu tive medo, de jamais ter, o seu carinho.
Minha filha, minha esperança, era meu coração.
Que dizia, que tu voltarias, que eu devia esperar.





Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 24/09/2005
Código do texto: T53303
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:40)
Volnei Rijo Braga