Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ABRAÇO DA SAUDADE

Cai a tarde, tristonha mas serena,
enfeixando em todo o espaço amena
claridade, qual poeira de luz...
Traz consigo uma estrela brilhando,
que vem devagar me iluminando,
qual centelha em fogo que reluz...


Imagino ver teu vulto amado
que vem, num instante imaculado
me envolver no antigo e terno amor!
Busco, em vão, ungi-la no meu peito,
reviver todo o sonho desfeito,
acalmar num segundo esta dor!


Mas,  este momento é triste e lasso,
pois suspiro rente , passo a passo,
num vento frio que minha!alma enlaça!
E sinto que o abraço na verdade,
é só o amargo braço da saudade
que chega do infinito e me abraça!
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 24/09/2005
Código do texto: T53525

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66370 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:29)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor