Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se a hora for a hora


Inexplicável é a despedida.
De uns tempos para cá,
Dei de despedir.
Que dor maior haverá?
Importante demais,
Somos obrigados a realizá-la.
E o sabor é o doído da saudade...
Quando comecei a dar meus adeuses,
Mudou-me a vida.
Topei de cara, uma nova era.
Aos meus que começaram a partir
Pude dar adeus e apesar da dor,
Ver que seguiram, se foram mesmo!
Momento que não tem explicação,
De maior importância:
Divino, real, nosso destino.
Há os "até logo".
Eu os prefiro e os adoto como meus,
Mesmo quando eu me for!
Quem não sabe deixar quem vai,
Não dá licença, segura, quer prender,
Guarda no peito aflição danada,
Desumana carga para prosseguir.
Marília Bechara
Enviado por Marília Bechara em 27/09/2005
Código do texto: T54177
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marília Bechara
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
19 textos (1044 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:52)
Marília Bechara