Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aurora em Olinda


Mesmo que não consiga palavras
Para dizer o incontido,
Mesmo que as palavras ditas
Não digam o que sinto,
A embriaguez dos passos no frevo, no maracatu...
Carregará em nuvens de ilusão
Carnavalesca,
A rainha, as marias...
E todas as putas que sentem
No sorriso,
O amor louco do menino-homem
Que traz em si,
Toda a existência humana.
Mesmo que se pense o impensável,
E o dia esteja claro
Como a manhã de outros dias,
Os amores se amarão perdidamente
Afogados na escuridão
De se saberem cegos,
Diante da incerteza
Do afeto,
Acumulado no olhar
Captável dos bêbados!

sonia barbosa
Enviado por sonia barbosa em 03/10/2005
Código do texto: T55944
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
sonia barbosa
Recife - Pernambuco - Brasil
27 textos (2292 leituras)
1 e-livros (39 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:11)
sonia barbosa