Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARTIDA SEM DESPEDIDA

MINHA VIDA NÃO PRESTA
VOU COLOCAR UM REVOLVER EM MINHA TESTA
E DAR MUITAS SAUDADES
AO DONO DO BAR
NO QUAL EU COSTUMAVA ME EMBEBEDAR
QUE DIRIA QUE ESTÁ MORTO
AQUELE MENINO ESTRANHO
QUE ANDAVA MEIO TORTO

QUERIA QUE ALGUÉM ME AMASSE
DE AMOR,NÃO DE AMASSAR
PARA QUE EU DEIXASSE
ALGUMA CRIATURA PRA ME LEMBRAR
DEPENDENDO ATÉ CHEGASSE
A PONTO DE CHORAR
E MESMO QUE O TEMPO PASSASSE
JAMAIS IRIA SE CONFORMAR

CHEGA DE TANTA VIAGEM
É HORA DE DAR O TIRO
E ACABAR COM ESTA MIRAGEM.
pedro carmo
Enviado por pedro carmo em 14/10/2005
Código do texto: T59513
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
pedro carmo
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 34 anos
172 textos (5174 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:33)
pedro carmo