Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÚLTIMA DESPEDIDA

 
                 LAMENTO DIZER MAS TIVE QUE PARTIR
    PARA ONDE ENCONTREI CAMINHOS SEGUROS PARA SEGUIR
          NÃO POSSO MAIS VIVER SENTADO TEMENDO CAIR
                          JÁ É TARDE, PRECISO IR.

                AMANHÃ NÃO MAIS TEREI QUE LEVANTAR,
                                  SAIR E VIVER
                             SEM QUERER VOLTAR
             MESMO QUE PARA MIM SOBRE SOMENTE A DOR
                                 PARTIREI POIS
               A MESMISSE CANSA, INSIGNIFICANTE AMOR.

   MESMO QUE UM MAR DE TRISTEZA DESAGUE SOBRE MEU CORAÇÃO!
              OU A DOR DA SALDADE TIRAR MEUS PÉS DO CHÃO!
                         CREIAS QUE NUNCA QUIS TE FERIR
                               APENAS TENHO DE PARTIR.
                                         
                                         SOSINHO
         
    NÃO DA PARA SER ALEGRE MENTINDO PARA SI QUE É FELIZ
      NÃO SE PREOCUPE SOU CORAÇÃO DE ARVORE SEM RAIZ.
DIEGO HUXLEY
Enviado por DIEGO HUXLEY em 03/09/2007
Reeditado em 09/09/2007
Código do texto: T636903

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
DIEGO HUXLEY
Sobradinho - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
221 textos (11155 leituras)
1 áudios (42 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 18:57)
DIEGO HUXLEY