Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração à deriva

                                         

A mercê do vento vago mar a fora, sem destino, flutuando sobre as águas, fazendo voltas, vendo passar o tempo, a vida, as gaivotas...
     O sol mergulha mais além, o vento muda a direção, sem razão a deriva, meu barco bóia... Meus olhos navegam na paisagem dos arredores
    Pela boca vaza um canto, quase como um pranto...
    Gemendo, sussurro por tua ausência que, como os pássaros, voou para longe,fazendo nascer o crepúsculo do nosso caso.
    Este amor nascido calmo, tornando-se forte como o sol, mas que tão breve se fez poente, e em mim só resta a noite e o vazio.
     No meu peito vaga solto meu coração a deriva, indo a ponto de naufrágio, mas ainda resta a esperança que os ventos me levem para onde tu estás para esse barco descansar.
     E levo até o sonho de que abras o teu peito e me ofereças como cais
tilo
Enviado por tilo em 17/09/2007
Código do texto: T656772
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
tilo
Ribeirão das Neves - Minas Gerais - Brasil, 50 anos
37 textos (984 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 14:07)