Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A brisa soprando.....

E se o vento soprar talvez eu queira ficar.
A brisa do mar me assusta quando vem bem devagar.
Incomoda os olhos marejados de tanto chorar.
É a partida dos ventos soprando na despedida.
Ah! se eu fosse o mar

E ainda que fosse do mar.
Se soubesse navegar.
E se o vento soprasse um pouco mais tarde para as bandas de lá.
Mesmo assim eu queria ficar.
Por que venceria o medo do mar.

Isso é saudade de lá...
Que transborda de dentro pra fora querendo içar.
Que veleja nas águas profundas desse azul sem luar.
Tateando, colocando a mão bem de mansinho.
Sentindo a firmeza na vinda de quem vem lá.

                                                                         
Adolfo Carvalho
Enviado por Adolfo Carvalho em 25/09/2007
Reeditado em 27/09/2007
Código do texto: T667341

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adolfo Carvalho
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 48 anos
9 textos (411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 00:37)
Adolfo Carvalho