Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudade bandida

De  vez em quando, ela vem
Camuflada, forte, covarde...
Pega-me de surpresa...

Por vezes, nem mesmo sei
De quem ou do que,
Sei que sinto saudade...

À revelia da vontade,
Sem aviso,
Sem pedir licença,
Pirracenta, ela chega
Invade minha intimidade...

Feito moleca, arruaceira
Bagunça minhas emoções,
Provoca-me dor e lágrimas...
Deixa-me ressacado o coração...
Age, feito bandida, minha saudade...!!!


Primavera
Copyright © 2007 By Lou Correia
All rights reserved.
Lou Correia
Enviado por Lou Correia em 04/10/2007
Reeditado em 14/10/2007
Código do texto: T680145
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lou Correia
Maceió - Alagoas - Brasil, 66 anos
84 textos (3184 leituras)
1 áudios (301 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 07:01)
Lou Correia