Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto





Trem
vazio oco frio
mergulha profundo
vertiginosamente
nos trilhos da ponte submersa
no abismo em mim

Preciso necessito
amenizar saudades
dos momentos
que não vivi

jogo de idéias
que  sequer sonhei
a textura de fruta madura
que sequer toquei

Os lábios enigmáticos
dos homens
que pela minha vida
não passaram

rememorar
lágrimas alcalinas
de todas as meninas
que poderia ter sido
e optei em não ser

saudades dos sons
nos marfins dos pianos
não dedilhados
pelos dedos meus

as pautas, os acordes musicais
que não compus
para a serenata
debaixo da janela que não abri

da poesia
que pensei
refiz repensei
e não escrevi
no papel
que amassei

se foi...

barco azul
novo rumo
a aportar
em novo branco horizonte
nas listras azuis
do pijama 
que nunca usei.
Jaqueline Serávia
Enviado por Jaqueline Serávia em 22/10/2007
Reeditado em 25/09/2009
Código do texto: T704866

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jaqueline Serávia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
233 textos (6465 leituras)
1 áudios (44 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 14:55)
Jaqueline Serávia