Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fliperama

Eu sinto falta de uma tarde como antigamente
Uma tarde adolescente com cara de dezembro
Uma tarde de janeiro de um ano dourado
Eu sinto falta de reunir a turma na lanchonete
De ouvir um som falando de moto e de chiclete
Tudo muda e o novo já faz parte do passado
Então faça uma cena e diga que me ama: sem drama
Um sarro! No banco traseiro do carro...
Diga que me ama em qualquer dialeto: pode ser secreto
Only you! Um gemido no ouvido: I love you
Aquele desenho da Hanna Barbera!
Meu destino era Woodstock... Era...
E depois sair à noite atrás de um romance
Um beijo à meia-luz do cinema: que chance!
Eu sinto falta de ir ao baile no sábado: discothèque!
Tudo muda e a novidade já pertence a ontem
Eu sinto falta de uma tarde como a de hoje
Que já vai embora deixando saudade
Eu sinto falta da tarde que virá amanhã
Porque tudo é belo em qualquer idade
Eu sinto falta das tardes no fliperama...
Paulo Antonio Barreto Junior
Enviado por Paulo Antonio Barreto Junior em 01/11/2007
Código do texto: T718723
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Antonio Barreto Junior
Salvador - Bahia - Brasil, 46 anos
417 textos (6204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 21:06)