Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perfume

Essa minha velha alma,
corpo velho, impregnado
até os ossos, sangue,
pelo teu cheiro deixado.



Esse meu velho tudo
deixou um dia de ser
e sobrevive agora, só
à espera de morrer.

Sente todo dia um pouco
do resto perfumado de ti.
Nas dobras do que ficou,
sente ainda estar aqui.

E ri e chora pelo passado
e sonha, que só resta sonhar
pelo que a pouco tinha estado
na tua bela forma de amar.
Riva
Enviado por Riva em 01/11/2007
Código do texto: T719207
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Riva
Peruíbe - São Paulo - Brasil
1075 textos (31538 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 07:44)
Riva