Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mesmo debaixo de outras águas longes

Você sabe que é pra você...
Minhas palavras não conseguem mentir que nem eu.
Não finge que não percebe,
Por favor, olha pra cá e escuta.

Oportunidade quem nem essa
De deixar meus olhos fazerem amor com os seus,
Não sei se teremos mais...

Sentirei muito tua falta,
Serei mais um vulto vulnerável a luz do dia...
E se me perguntas o que espero,
Digo que seria apenas um lapso incontável
Das centelhas apagadas por estas águas frias da minha cidade...
Traços que levariam à mocidade.

Não importa, pois serás sempre meu gelo do Ushuaia,
E serei sempre teu pingüim do Alaska...
Uniremos o norte e sul do mundo
Com o que guardamos no fundo do coração,
Essa pulsante terra viva da emoção.

Escravo, ponho-me por uma e centenas de vezes a escrever teus encantos
Dos cantos dos teus banhos que acalmam tua fúria diária de não ter dentro da dor
Aquilo que com um espelho refletiria de mim para você,
A paixão...

Mas mesmo em qualquer idioma,
Mesmo no teu enrolado sotaque ao escorrer pelas águas deste banho,
Mesmo longe, lembrarás de mim...
Rodrigo Leal
Enviado por Rodrigo Leal em 07/11/2007
Código do texto: T726717

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor como Rodrigo Leal, e link www.fotolog.com/carta_da_arte.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Leal
Manaus - Amazonas - Brasil, 35 anos
44 textos (3214 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 02:23)
Rodrigo Leal