Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ETERNAS SAUDADES


          Às vezes me pego pensando,
          na Vida  e também na Morte,
          se no mundo já não há quase Vida,
          pois só vemos sinais de  Morte!

         É tão difícil Senhor,
         nosso espírito aceitar,
         ver nossos entes queridos,
         embaixo da terra ficar,
         mas o que nos conforta , é saber,
         eles serão mais uma Luz,
         para nossas vida iluminar.

         A morte , é muito cruel,
         e, não escolhe ninguém,
         ela chega e vai levando,
         aqueles à quem queremos bem,
         deixando seus corpos jogados,
         nessa terra de ninguém.

         Oh , Senhor, como eu queria,
         ter um pouco de sabedoria,
         para saber como  seria,
         quando chega a triste hora,
         a saudade de quem fica,
         daquele que vai embora.

         Mas nosso único consolo,
         é saber que estão Contigo,
        que partiram dessa Terra,
        e, Tu serás seu abrigo.

       Que sempre estarão conosco,
       nos ajudando à caminhar,
       serão mais um anjo  de luz,
       à sempre nos abençoar,
       e, que sua partida não é eterna,
      pois, um dia, haveremos de nos  encontrar.

florzinha
Enviado por florzinha em 21/03/2005
Código do texto: T7272
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Socorro Teixeira de Castro ( Flozinha)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
florzinha
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
4138 textos (1188358 leituras)
5 e-livros (3401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/16 10:41)
florzinha