Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rosa

Rosa
Porquê, por quem
Pétalas desfeitas
Pelo chão largadas
Abandonadas
Rastro de alguém
De dores suspeitas
Por largas estradas
Duras passadas.

Rosa
Porquê, por quem
Cores eleitas
Pelo ar espalhadas
Alvoroçadas
Perfume refém
De ondas perfeitas
Mágoas choradas
Ao céu chegadas.

Rosa
Porquê, por quem
Flores refeitas
Por mãos sagradas
Abençoadas
Espinhos porém
De coroas sujeitas
No alto amadas
No altar finadas.
RoqueSilveira
Enviado por RoqueSilveira em 11/11/2007
Código do texto: T732752

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de M. Conceição Roque da Silveira e o site www.letrasdispersas.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
RoqueSilveira
Portugal
235 textos (8624 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 22:25)
RoqueSilveira