Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De Volta Aos Anos 80

Sorveu mais um gole de café.
Ganhava a rua com seu olhar, através da veneziana antiga de seu sobrado.Contemplava
o movimentar de pessoas e veículos na rua sem saída onde morava.
"Como o tempo passou, num piscar de olhos", pensou, resignado. De relance,
teve a nítida impressão de, após sorver mais um pouco do café, ter se transposto
para meados dos efervescentes anos 80, na época dos bailinhos, de B52's, o rock
pujante do Capital Inicial, Plebe Rude, Ultrage a Rigor, Ira! e Legião Urbana a
emergir dos aparelhos 3 em 1, sonhos de consumo de toda uma geração. Lembrou-se
dos tempos em que saía à rua para brincar o dia todo, a rodar pião, jogar bolinhas
de gude, as partidas de futebol em meio às pedras e ao barro das ruas de terra,
as pipas a ganharem os céus mais azuis de uma época colorida, a ausência de
preocupação por parte dos pais, que sabiam que seus filhos não corriam perigo,
já que todos se conheciam. Podia-se enumerar todos os moradores daquela rua,
eram muito próximos. Realizavam festas nos fins de ano, muitos já ébrios a abraçarem-se
à meia-noite, em meio aos fogos de artifício; Realizavam memoráveis festas juninas à
americana,destas que cada família contribuía com produtos para a confecção de pratos
e bebidas. Mais um gole de seu café. Rememorou os tempos de colégio, os professores
que marcaram toda uma geração, a época do coral. Uma antiga canção rondou sua
saudosa memória, que dizia :

"...os meus tempos de rapaz, não voltam mais/
tudo o que passou, passou/
pois o tempo, não voltará um passo atrás/
sinto, no meu peito apertado/
quanta saudade a bandinha me traz...".

Na época, aquela música não dizia muito a ele...
Agora, com os olhos umedecidos a contemplarem as portas de um passado saudoso, sabe exatamente todo o sentido da música que ficara gravada em sua mente.

Sabia-se feliz. Assim como sabe que, grande parte do que é hoje, é em decorrência daqueles dias maravilhosos, em que o tempo caprichosamente rendeu-lhe de presente, um passado de muitas alegrias.

Marcio Roque
Enviado por Marcio Roque em 17/11/2007
Código do texto: T740816
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcio Roque
São Paulo - São Paulo - Brasil
118 textos (5398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 02:45)
Marcio Roque