Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando meus olhos, sua poesia não lê,
quando meu ouvido, não ouve voce,
meu dia, demora um século para passar...
A tristeza, em ficar comigo, insiste,
e meu dia se torna tão triste,
que passo, os minutos a contar...

Sinto um vazio...Que não tem explicação
mas e de sua ausência, e essa a razão,
desse grande silêncio, que sinto por cá...
Em minha noite, e escasso o sono,
sinto-me sozinho,em pleno abandono,
sei que meu coração, com voce está...

Essa angústia, que minha alma desola,
sem voce, nada no mundo me consola
perco a  vida, tudo se torna atroz...
Então, passo o tempo a recordar,
as últimas palavras, que estava a me falar,
fico tentando, encontrar sua voz...

A amargura, que em minha alma semeia,
que desesperada ela campeia,
tentando se livrar da saudade, seu predador...
Depois dessa luta, tão angustiante,
vejo o dia nascer, fico triunfante
ao ver chegar a hora, de falar com o amor...






GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 22/11/2007
Reeditado em 10/01/2009
Código do texto: T747495
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2597 textos (229940 leituras)
31 e-livros (2314 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 03:29)
GIL DE OLIVE