Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MIMHA SOLIDÃO

MEU SER GRITA
MINH'ALMA CHORA
MINHA SOLIDÃO É IMPIEDOSA
MEUS SONHOS PERVAGAM LONGÍQUAMENTE

NINGUÉM OUVE MEUS GRITOS
NINGUÉM ENXUGA AS MINHAS LÁGRIMAS,NINGUÉM
ACOMPANHA MINHA SOLIDÃO

INERTE SOLIDÃO
SOLIDÃO QUE FERE
SOLIDÃO QUE CHORA
SOLIDÃO QUE É SOLIDÃO...

ESTOU EU AQUI,
MAIS UMA VEZ AFLITA
EU,A POESIA,E A SOLIDÃO...

MINHA HISTÓRIA ESTÁ MARCADA
PARA SEMPRE NO LIVRO DA DOCE E TRAIÇOEIRA
SOLIDÃO...

NADA NESTA VIDA ME FAZ ESQUECER DE TUDO
DE BOM QUE JÁ VIVI
SEI QUE A VIDA FOI CRUEL COMIGO
ME CASTIGOU O MÁXIMO QUE PÔDE
MAS NÃO QUERO SE PIEGAS...

NEM QUERO SER UMA POETA MARCADA
SÓ POR TRISTES POEMAS,MAS SIM PELA
SÚTIL CAPACIDADE DE ENXERGAR O REAL SENTIDO
DA EXISTÊNCIA HUMANA...

SOU AQUELA QUE JAMAIS DEIXOU DE TE AMAR,
SOU AQUELA QUE RESPIROU SEU CONTEÚDO,
E PARTICIPOU DO LIVRO DA SUA HISTÓRIA
SOU AQUELA QUE ARRANCOU LÁGRIMAS DOS TEUS
OLHOS,

SOU AQUELA QUE TE FEZ RIR,NOS MOMENTOS
DE ANGÚSTIA E SOLIDÃO...

SOU AQUELA QUE JAMAIS LHE ESQUECEU
FUI AQUELA,QUE UM DIA VOCÊ AMOU,SOU AQUELA QUE TE AMA
FIZESTES PARTE DA HISTÓRIA DA MINHA VIDA,INFELIZMENTE
NOSSA HISTÓRIA NÃO RESULTOU NUM FINAL FELIZ...

MAS TE AMO MESMO ASSIM...
SEM QUERER,SEM SENTIR,SEM PODER...
TUDO É NADA
NADA É TUDO

TUDO É PRIMORDIAL
A VIDA,AS PESSOAS,MAS NADA TEM VALOR
VOCÊ FOI TUDO PARA MIM
APESAR DOQUÊ ACONTECEU ENTRE NÓS...

NOSSAS VIDAS FORAM LANÇADAS A PRÓPRIA SORTE...
NADA FOI FEITO...TUDO PODERIA TER SIDO FEITO...
MAS FUI COVARDE DEMAIS PARA ENCARAR OS FATOS...

FIZ DE VOCÊ UM MITO...
SEU SEMBLANTE ARGÊNTEO DE ESPERANÇAS,FORA
VENCIDO COM MINHA SUBLIME ILUSÃO...
PORÉM HOJE,O REMÓRCIO E O ARREPENDIMENTO
MORAM COMIGO,TEMOS VIDAS PARALELAS,VIVO DENTRO DA
MINHA SOLIDÃO,DENTRO D'ALMA VIVE A MÁGOA...

TORTURO-ME INTRACEFALICAMENTE PELA SUA AUSÊNCIA
A SINOPSE DA MINHA VIDA É TRISTE...
GRITO,GRITO,MAS NINGUÉM ME OUVE...
SÓ A INÉRCIA DA MINHA SOLIDÃO...

PAIRAM PERGUNTAS SEM RESPOSTAS,E O RETRATO DESBOTADO
DA MINHA VIDA CAI NO CHÃO...
MEU CORAÇÃO REVOLTA-SE...
GRITA,CHORA,DILACERA-SE EM MEIO A TANTA DOR...

E MEU CHORO COPIOSO SE DEMANDA
EM MEIO A BELEZA DO SILÊNCIO...
TE DEDICO...

LÍVEA MESSINA NUNES.

Lívea Messina Nunes
Enviado por Lívea Messina Nunes em 28/11/2005
Código do texto: T77865

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lívea Messina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
689 textos (74316 leituras)
3 áudios (517 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:44)
Lívea Messina Nunes