Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MAR DE INFINITO AMOR

Sentei-me na areia, afim de contemplar o mar...
gostei do que vi.
O impacto das ondas, a lamber a areia e desenhar
nela seu próprio curso.
O barulho da voz do mar
de encontro às rochas,
como trovão, faz-me estremecer.
O despejar as conchas,
nas mais diversas formas e cores
e com elas formas desenhos.
Fico a imaginar,
que cada um deles seja unicamente para mim.
Mar, de infinito amor.
sinto-me enfeitiçada, entontencida ao ver-te.
Você tira de mim suspiros.
Desejos escondidos que não posso conter.
quero banhar-me em tuas águas
Sentir-me sereia dentro de você.
Quero eternamente, na praia me sentar.
e de teu doce amor me alimentar.
Célia F
Enviado por Célia F em 15/12/2005
Código do texto: T86427
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Célia F
Diadema - São Paulo - Brasil, 57 anos
130 textos (4683 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:46)
Célia F