Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor de Cinema

Estou carente
Precisando de um beijo
E ninguém me olha
 
Estou solta
Largada nessa breguice
De carência
Por causa da tua ausência
 
Dou gargalhada de mim
De como posso até concordar
Com aquelas músicas que ouço
Querendo o meu amor
 
Estou ousando medir o amor
Mas a saudade brejeira
Faz carreira pra cima de mim
 
Sai pra lá!
Ô saudade danada do meu ”benzin”
Acho que tô até vendo coisa
Miragem ou algo assim
 
Dou mais gargalhadas dessa poesia
Um desabafo cômico da minha vida
Acho que muito mais trágico
E piegas
 
Mas qual é o poeta que não é um pouco?
Louco
Amante
Piegas
Um romântico incorrigível
 
Tomaria um vinho
Pra ser fina
E esquecer meu benzin
Ouviria uma MPB
Pra roer a saudade
 
Mas escrevo essas linhas
Rindo e rindo muito
De mim
E de quem seria?!
 
No amor a gente erra e acerta
Grita e sufoca
Mas no fim
E no fim?!
Sempre se joga
E AMA!

Quero viver esse amor de cinema
Tou largando tudo
Voando pro mundo
E voltando pros braços do meu bem.
Priscilia Nascimento
Enviado por Priscilia Nascimento em 29/12/2005
Código do texto: T91967
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscilia Nascimento
Recife - Pernambuco - Brasil, 35 anos
222 textos (24433 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:35)
Priscilia Nascimento