Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO SINTO A SUA FALTA...

Sabe, meu papai, daria o mundo por você,
Ver você por mais um dia, poder te abraçar...
Era muito bom, papai, ver você chegar,
Como sempre me pegar no colo, mais um dia..

Como sinto a sua falta, o tempo passou...
Mas apesar, apesar deste tempo...
Penso muito em você, meu papai...
Como pode ter ido assim, tão cedo...

O sol nem se pôs, a lua nem nasceu... Mas você papai...
Porque se escondeu?

A vida era melhor... A vida era bonita...
E agora, você permanece distante...
E agora, você permanece oculto...
Aparentemente apenas, papai...

Porque penso... todo o tempo... penso...
E relembro para viver...
Como sinto a sua falta...
Falta essa, que não quero deixar de ter...

DEDICO ESSE POEMA AO MEU PAI, FALECIDO EM 11.09.1995.
Daiane Rodrigues
Enviado por Daiane Rodrigues em 30/12/2005
Código do texto: T92568

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Créditos (criação): Daiane Rodrigues. - Não é permitido usar esta obra para qualquer fim sem a permição da autora.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daiane Rodrigues
Américo Brasiliense - São Paulo - Brasil, 27 anos
392 textos (25450 leituras)
1 áudios (108 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:52)
Daiane Rodrigues