Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TINTA DO TEMPO

Na solidão do meu quarto meu coração quase chora
Por querer quem tanto amo e viver com outra agora
Eu sei que você inclusive da mesma sina padece
Querendo ficar comigo mas a sorte não se oferece.

Que legal se a gente pudesse tirar da nossa cabeça
E enterrar a saudade antes que a dor aconteça
Mas o vestígio da lembrança é igualzinho a nossa voz
Pela estrada da vida, vai estar sempre em nós.

Lembrança vai e não me faça buscar um amor tão distante
Se o amar nos faz viver, prefiro até ser amante
Do que adianta amar quem de fato já não existe,
É como plantar uma flor e dela não tirar o cisco.

Tire da nossa cabeça, momentos bons e sofridos
Longos caminhos que um dia por nós foram percorridos
Extingue com a tinta do tempo as nossas marcas vividas
Como os rios que secaram apagando tantas vidas.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 08/01/2006
Reeditado em 12/01/2006
Código do texto: T96147
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79551 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:02)
R J Cardoso