Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Calo-me!

Diante de meu peito sufocado,
Se lágrimas sentidas.
De medos na vida.
Da dor demente.
Da dura realidade.
Do medo,
Da verdade.
Das palmas de minha mão canada,
Do entristecer de minh'alma,
Da amargas licitudes de um ser!
Da lua num céu nublado escuro tentando brilhar,
De um sol entre as nuvens escuras de um temporal,
Calo-me!
Diante de um horizonte calmo, mais quase sem vida,
Diante de um entardecer,
E um sol poente quase sem cor,
Diante da fúria de meu próprio "eu"!
Calo-me diante do medo!


Claudia/18/01/2006


lindamulher
Enviado por lindamulher em 18/01/2006
Código do texto: T100682
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cláudia Aparecida Franco de Oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lindamulher
Itirapina - São Paulo - Brasil, 57 anos
1582 textos (129606 leituras)
3 áudios (322 audições)
4 e-livros (303 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:37)
lindamulher