Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Elegia à Tristeza...

Elegia à tristeza.
(Delasnieve Daspet)

Eu vi.
Vi a tristeza.
Tanta.
Estava dentro do espelho
Na imagem refletida
Que me olhava n’alma!

Não consegui sair.
Fiquei estática.
De quem seriam aqueles olhos que me fitavam?
Que me diziam: olhe-me!
Sentes a dor que refletes?!

Caramba!
Não podem ser meus olhos!...
Tenho a menina dos olhos travessa,
Uma moleca,
Danada que só,
Que vive sorrindo!

Volvi a cabeça,
Para ver quem se mirava no espelho
Além de mim....
Ninguém!
Ninguém?!
Então são meus olhos que me olham assim?!

Preciso acabar com isso!
Virar estas páginas...
Matar as lembranças,
Acabar com a dor.
Esquecer-te.
Apagar-te da memória.
Perder-te pela vida –
Como uma coisa sem valor!

Mas como farei isso?
Não consigo...
Deitada – fito o teto –
Na rua ..ninguém!
Preciso...
Tem de ser já!
O momento é agora!
Meu amor não vai mais esperar!..

Voltarás a sorrir –
Olhos de minh’alma!


Campo Grande/MS 16/01/2001 – 10 hs
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 22/01/2006
Código do texto: T102279
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:50)
Delasnieve Daspet