Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Dor

Ela não tem formato;
Ela não tem nome ;
Ela é causada por mim mesma;

É dilacerante,aguda,presente;
É cortante,dolorida,claustrofóbica;
É um telefonema,é a não presença,é uma tolice;

Eu a vejo na palavra escrita;no som do silêncio;
Eu a vejo no espelho,no copo que não uso;
Eu a vejo no ombro do amigo,no fonema de consolo;

Personifico-a em seu nome,em seu gesto;
Personifico-a em meu nome,em meu gesto;
Personifico-a em uma ida para lugar algum;

Por ela desejo a morte;
Por ela desejo a vida;
Por ela desejo você,para quem eu não tenho relevância;

Prevarico o tempo;
Prevarico o belo;
Prevarico o amor;que alguém em algum lugar sente por mim;

Não quero outro amor,prefiro o seu desamor;
Não quero outra vida,prefiro minha morte;
Não quero outra dor,quero a que me causas;

A dor é que eu te amo,mesmo assim!
                                  (para o amigo R.A.F.P.)
                                 
Anna Karenina
Enviado por Anna Karenina em 28/01/2006
Código do texto: T104896
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Karenina
São Paulo - São Paulo - Brasil
60 textos (3750 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:37)
Anna Karenina