Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FOLHAS DE PAPEL


 
 
Derramando palavras sobre o papel
Vou desafogando as mágoas contidas
Assim, posso tirar o véu
E me desnudar sem mêdo de ser reprimida
 
O papel, esse eterno aliado do poeta sonhador
Aceita tudo que escrevemos sem reclamar
E até nos consola quando expomos nossa dor
Como um ombro amigo que podemos a cabeça deitar
 
Ah! Minhas folhas espalhadas...
Tantos poemas inacabados
Tantos escritos pelas madrugadas
Quantos versos rabiscados...
 
Há pingos de lágrimas derramadas
Formando borrões ilegíveis
Mas sei que ali estão gravadas
Partes do coração em palavras sensíveis
 
De súbito, como que levada pela emoção
Amasso essas folhas tão cúmplices e amigas
E jogo-as de qualquer jeito pelo chão
Que silenciosas, ficam à espera de serem recolhidas...



29.01.2005
Vitória-ES
 
Baby
Enviado por Baby em 31/01/2006
Reeditado em 01/02/2006
Código do texto: T106530
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21960 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 17:09)
Baby