Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Sem forças

Aqui estou,
Sozinha.
Lágrimas rolam em minha face,
Os soluços me prendem o ar.
Já me desesperei,
Gritei!
Teu nome chamei...
O choro não se contém,
A dor explode no peito.
Saber que não estás comigo,
Não saber se vais voltar,
Se novamente vou ver o teu olhar.
O medo de não mais ouvir tua voz,
De não sentir tua mão para me acalmar,
Não ver o teu sorriso ,
Não sentir o teu calor,
Não estares ao meu lado ao deitar,
Meu mundo está vazio.
Olho para ás paredes,
Te procuro pela casa,
Tentando enganar a mim mesma,
Fingindo que aqui ainda estás...
Penso em sair a rua para te procurar,
Chego até a porta...
O medo da recusa me invade,
Sem forças me deixo aqui ficar,
No chão...


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 05/02/2006
Reeditado em 06/02/2006
Código do texto: T108465

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146138 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:06)
Dama De Negro