Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aprisionei meu coração

E minha alma voou ...
Sentia sair por meu peito e encontrar o céu dos teus braços ...
Aprisionei meu coração ...
Ele queria tomar o rumo de minha alma .

Ela seduzida, já não consegue se desprender
Não consegue se erguer
Volta alma ingrata!
Não abandones a razão


Se te enches de ilusão
Estas condenada a morrer
Cala-te e vêm fazer parte de novo desse corpo
Ele sem ti morre de desgosto
Fica condenado a desolação .


Já noite chega
Descansa nesse peito extenuado
Aquieta-te por um momento ...
Fecharei meus olhos e guardarei com amor
Minha alma que volta trazendo a tua ....
Wanda Ayala
Enviado por Wanda Ayala em 24/02/2006
Código do texto: T115832

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Wanda Ayala-www.recantodasletras,.uol.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Wanda Ayala
Portugal
425 textos (36702 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:06)
Wanda Ayala