Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vazio

Vazio
De Iolanda Brazão


As noites frias chegaram
Com elas a solidão e um vazio
Pois sou só
Não tenho ninguém
Não tenho você
O calor do sol
Não mais me aquece
Sinto um frio no meu corpo
Tão forte, mais tão forte
Que congela meu coração
Procuro algo e não encontro
Pois me perdi sonhando demais
E mesmo no sonho
Procuro e não te vejo
Você me deixou só
Junto com um vazio assustador
Eu que te queria tanto...
Que era tão feliz
Mas você tão covardemente
Roubou tudo de mim
Roubou meu sosego
Minha paz
Minha alegria
Usou de tamanha covardia
Que me definhou
Hoje eu não sou nada
Não existo sem você
Agora eu vejeto.
Iolanda Brazão
Enviado por Iolanda Brazão em 15/03/2006
Código do texto: T123763

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iolanda Brazão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
343 textos (32009 leituras)
3 áudios (627 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:13)
Iolanda Brazão