Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O rio


O olhar cego
Busca o céu
Busca o mar
Talvez lua.

De outra nave
Ele fixa o coração
Na musa de seus
Sonhos mais reais

Ela seria só sua.
Sua amada
Sua ouvinte
Sua rainha.

Lá do alto lançou
Um pedido escrito em versos
E de seu próprio punho onde
Contempla a beleza absoluta.

Mas ela não escutou e
Logo a frente deu os braços
Á um elegante senhor que sorrindo
Beijou-lhe os lábios por tempo demorado.

A cede de seu desejo
Veio como uma punhalada em
Seu pobre peito que agoniza o desprezo,
De alguém que mora com ele e nem sabe.

Ele sonhou
Dançou e sorriu.
Lançou-se da nave direto ao rio
Chamado solidão!




  Jane.
Jane Krist Coffee
Enviado por Jane Krist Coffee em 20/03/2006
Reeditado em 03/12/2010
Código do texto: T126047

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Jane Krist Coffee). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Jane Krist Coffee
São Paulo - São Paulo - Brasil
503 textos (67733 leituras)
1 e-livros (1205 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:18)
Jane Krist Coffee