Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Feridas da alma

Nunca se sabe de onde o golpe virá
Mas quando desferido causa dor
A alma sente
Chora!
Abre-se uma ferida
A dor é imensa
Não há pranto que a cure de imediato
O tempo, talvez ele cuide da ferida
Em alguns casos não consegue
E sem a cura seguimos carregando a dor
Na face a sorriso
Na alma a ferida
Nos olhos não há lágrimas
Mas o brilho se apagou
Nos lábios o sorriso forçado
Continuo meu caminho
Um caminhar sem rumo
Em busca do nada
Dentro do peito as feridas da alma

Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"

***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 29/03/2006
Reeditado em 30/03/2006
Código do texto: T130642

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146141 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:28)
Dama De Negro