Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A dor da meia-noite...

Sinto apenas o vazio dentro de mim
O sabor amargo que antecede a despedida
O fel agreste das lágrimas
A tristeza profunda e dorida

Sinto a força do adeus pulsar dentro de mim
O tempo a fugir sem se lembrar que eu não queria ir
Tenho o rosto molhado e o coração cortado de saudade
E por mais que queira e tente não consigo sorrir

Sinto uma imensa agonia
Por não conseguir mudar o destino
Por vos ver sair da minha vida
Sem conseguir dizer esperem que eu estou aqui

Sinto intensamente o adeus
Ai...como me dói o peito
Como tento em vão não sofrer
Quando tudo o que quero é chorar e esquecer

Tenho os olhos vermelhos
O rosto manchado
O coração apertado
A mente perdida

São tantas recordações e momentos
Tantas horas de amizade partilhada e sentida
Tantas coisas, tantas gentes
Tantas histórias, tantas memórias

A emoção é tão forte que me tolda a visão
As palavras desfazem-se e não consigo escrever
A vós só vos digo foi tão bom estar aí
Obrigada pelo carinho, esse eu guardo aqui

Aqui...no coração que guarda o que a alma não esquece
Aqui...dentro onde o espaço é pequeno para tanto afecto
Aqui...bem perto de mim e do meu sentir
Aqui...onde procuro voltar novamente a sorrir

Obrigada por terem tomado tão bem conta de mim :'(



 
Sonya
Enviado por Sonya em 30/03/2006
Reeditado em 30/03/2006
Código do texto: T131224
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonya
Portugal, 34 anos
170 textos (17293 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:40)
Sonya