Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Me ciega la soledad..........Me cega a solidão.

Me ciega la soledad…

Me arrastró una oscura obsesión

que no acepta el curso de la razón.

Susurra la noche tu nombre…

lastimándome sin tocarme

albergando en mi garganta

el designio errante de tu alma.

¿Cuantas veces me fingiste tus besos?

¿Cuantas veces esclavizaste mis sentimientos?

El dolor me golpea duramente.

Hoy mi amor duerme

en las marcas de tu herida.

En el oscuro camino donde transita mi vida.

En el taciturno ocaso del sol…

llevando como equipaje tu traición.

Callada mi voz…

se ha detenido mi inspiración.

© Noris Roberts

Me cega a solidão…

Arrastou-me uma escura obsessão

que não aceita o curso da razão.

Sussurra a noite teu nome…

magoando-me sem tocar-me

albergando em minha garganta

o desígnio errante de tua alma.

¿Quantas vezes me fingiste teus beijos?

¿Quantas vezes escravizaste meus sentimentos?

A dor me golpeia duramente.

Hoje meu amor dorme

nas marcas de tua ferida.

No escuro caminho onde transita minha vida.

No taciturno ocaso do sol…

levando como bagagem tua traição.

Calada minha voz…

deteve-se minha inspiração.

© Noris Roberts
 








 


´

 


Noris Roberts
Enviado por Noris Roberts em 09/04/2006
Código do texto: T136522
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Noris Roberts
Venezuela, 48 anos
135 textos (2622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:52)
Noris Roberts