Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Gaiola

Parece simples, inofensiva,
mas!...
aborta a vida
verdadeira prisão
condenando inocentes
a morrerem confinados...

O vôo livre nas planícies,
as nuvens das cachoeiras
o orvalho das manhãs,
enfim!... Os sons da natureza.
Arrebatados de repente
trancafiados em gaiolas.

Debatendo-se feito fera,
grades que ferem,
crueldade sem limites,
esbaforidos, desprotegidos... Vencidos.
Seus lamentos triste ecoam
por todos os cantos

...Cantos que encantavam
no balançar das árvores
no despertar de um novo dia.
Olhos de liberdade,
ninhos de prazer
cores do alvorecer

Pendurados em terraços,
isolados nos recantos
"soltos" em viveiros...
Presos sem culpas
levados a leilões
escravos da solidão...
Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 17/04/2006
Reeditado em 03/08/2006
Código do texto: T140610
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 62 anos
1943 textos (95972 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:37)
Jamaveira