Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deserta de paixão --Desierta de pasión


 
Ámbar solitaria

desierta de pasión,

buscando tus labios

para mitigar mi dolor.

Me fragmenta tu desilusión.

Hay soledad en mi voz…

Se retuerce mi alma con temor.

Se deshizo el castillo

que construimos con amor.

Ávida de volver a sentir tus besos

deambula mi poesía con tropiezo.

Mi inspiración ya esta vencida…

Son tan solo…elegía

de mis fantasías dormidas.

© Noris Roberts


Âmbar solitária

deserta de paixão,

procurando teus lábios

para mitigar minha dor.

Fragmenta-me tua desilusão.

Há solidão em minha voz…

Se retorce minha alma com temor.

Desfez-se o castelo

que construímos com amor.

Ávida de voltar a sentir teus beijos

deambula minha poesia com tropeço.

Minha inspiração já esta vencida…

É tão só…elegia

de minhas fantasias dormidas.

© Noris Roberts
http://www.poetasdelmundo.com/paises_america.asp?IDPaises=137
http://www.carlabrunetto.com.br/
Noris Roberts
Enviado por Noris Roberts em 17/04/2006
Código do texto: T140789
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Noris Roberts
Venezuela, 48 anos
135 textos (2622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:55)
Noris Roberts