Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Refém

Porque me queres aqui?
Não me ouves,
Não me olhas,
Não me tocas.
Porque não me deixas ir?
Porque me mantens prisioneira ?
Deixa-me ir!
Quero viver!
Preciso viver!
Preciso de amor e carinho,
Quero sorrir e catar,
Sentir a brisa do mar,
Ver as estrelas,
Ouvir o canto dos pássaros,
Sentir o Sol me aquecendo o corpo.
Preciso ter vida!
Deixa-me ir...
Quantas lágrimas ainda de que derramar?
Porque não me libertas?
Não percebes que está me matando?
Porque me fazes refém?
Já tiras-te tudo de mim!
Tiras-te minha alegria,
Meu sorriso,
Meus sonhos,
O brilho que havia em mim,
Nada resta!
Já nada sou.
Deixa-me ir...

***

"ÐäMå Ðë ÑëG®ö"

Apenas uma mulher que já riu, amou, se entregou e chorou.
Escrevo o que sinto, como sinto quando sinto.
Longe, muito longe de ser uma poetisa sou apenas alguém que sente!

***

Beijos
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 19/04/2006
Código do texto: T141668

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146139 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:22)
Dama De Negro