Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Passado

Enxuguei minhas lágrimas
com as flanelas amarelas,
de pó.
Destruí todo passado,
toda uma vida.
Mas que tolice,
eu apenas deixei de ser
aquela que lamenta..
Deixei vago o abotoado
do coração,
limpei tudo.
Agora, sou nova,
nada mais tenho
para recordar.
Não é preciso reviver
tudo novamente.
A esperança tem cor.
Até aquele sonho
que me parecia impossível
se tornou Você.
E a minha vida que era
levada pelo vento,
Sorri.
Como se fosse realizável
colocar pedras,
no passado.
Marcia Barroca
Enviado por Marcia Barroca em 25/04/2006
Reeditado em 23/08/2006
Código do texto: T144928
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marcia Barroca
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 65 anos
109 textos (3479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:13)
Marcia Barroca