Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FIM DE TARDE

O dia se foi, e o entardecer vem surgindo no horizonte...
Um friozinho gostoso adentra pela janela do meu quarto
Acariciando-me a pele, que nem fossem tuas mãos
Naquele nosso crepuscular inesquecível, e longinqüo...

É como se ainda escutasse a zoada do marulhar das águas
Quedando-se sobre as pedras, enquanto nos amávamos
Apaixonados, inconseqüentes, e atrevidamente a céu aberto

O amor, o céu azul, o mar...tudo era nosso...só nosso!

Agora, tão somente chora, minh'alma triste e ferida
Nesse vazio silente de tantas eternas saudades
À espera de ti, que é o sol da minha vida!
Laura Limeira
Enviado por Laura Limeira em 04/05/2006
Código do texto: T150510
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Laura Limeira
Recife - Pernambuco - Brasil
62 textos (3168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:33)
Laura Limeira