Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amargura

Lí em teus olhos a dor
e em tuas mãos amargas
o desejo de não ser
quem a vida já formou
- ou tomou -
de saltos em sobressaltos
para a luz da escuridão.
Lí em teus lábios o choro
e no teu corpo o pudor
do passado do presente
do hoje e do amanhã
num claro e surdo grito
de remanso ou trovoada
de sol claro ou lua cheia.
Lí em teus olhos e lábios
tua vida e teu sofrer
e a cada gota de sal
de lágrimas mal escondidas
espero pelo não feito
desejo o já passado
e te acolho em meus braços.
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Enviado por Maria Luiza de Monteiro Marinho em 07/05/2006
Código do texto: T151835

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Luiza de Monteiro Marinho
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
149 textos (4798 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:34)
Maria Luiza de Monteiro Marinho