Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um Desanimo -parte II

Vou chorar porque SOU FORTE,ou porque sou FRACO
Há fraqueza no ser ou destreza?
Vou encarar a vida com os olhos fixos em mim
minha insensatez ,no abandono e no humor,desapareceu.
Por isso meus olhos vibram cada vez que relembro,
a primeira vez que cai....E como cai....que tropeço!!!
A chuva parecia nao querer parar,
e a sala estava quase vazia,uma gota caiu sobre minha face...
se nao fosse pelas maquinas.
Tantas pessoas comigo estavam,
Mas tao sozinho eu me sentia....
Um raio brilhou por entra as ferragens,
e a minha mente renegou,parou
tudo que fazia sofrer...e
Tive vontade de parar,
mas porque ?
O mundo e um teatro,uma festa
e eu sou esse fantoche,um boneco;
palido,tristonho e enfadonho...
Mas porque nao abraço a vida,as indagaçoes me destroem
e pergunto se realmente tenho futuro...
Porem , lembrei de algo poderoso,
algo que está alem de mim,
algo que me dar força,
algo que corroi a dor ,
Daí lembrei que tenho objetivos
e nunca posso parar.
preciso continuar,
a lua esta bela,
as nuvens correm,
as estrelas brilham
e o infinito chegou ate o meu coraçao.
POETA JOSE MARIO DANTAS
Enviado por POETA JOSE MARIO DANTAS em 12/05/2006
Reeditado em 14/08/2006
Código do texto: T154843
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
POETA JOSE MARIO DANTAS
Caicó - Rio Grande do Norte - Brasil, 42 anos
122 textos (4667 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:21)
POETA JOSE MARIO DANTAS