Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mis lágrimas---Minhas lágrimas

Mis lágrimas transitan por mi destino…

como itinerario sombrío.

Silencio de quejidos

abatido, mal herido,

tras un grito en remolino.

Deambulo sin rumbos,

sin caricias,

Con un verso desolado.

Como flor que no ha despertado.

Cruel destino…

El tiempo ha borrado

mis huellas de tus labios.

Algo se ha quebrado en mí…

Me entregue con amor

mas lo tuyo fue una frágil pasión.

Perdóname por quererte así…

Perdóname por este recuerdo obsesivo

que me hace sufrir.

Perdóname por haberte dado mas

de lo que fui para ti.

Perdóname...

© Noris Roberts

Minhas lágrimas transitam por meu destino…

como itinerário sombrio.

Silêncio de quejidos

abatido, mau ferido,

depois de um grito em redemoinho.

Deambulo sem rumos,

sem carícias,

Com um verso desolado.

Como flor que não acordou.

Cruel destino…

O tempo apagou minhas impressões de teus lábios.

Algo se quebrou em mim…

Entregue-me com amor

mas o teu foi uma frágil paixão.

Perdoa-me por querer-te assim…

Perdoa-me por esta recordação obsessiva que me faz sofrer.

Perdoa-me por ter-te dado mas do que fui para ti.

Perdoa-me...

© Noris Roberts
Noris Roberts
Enviado por Noris Roberts em 12/05/2006
Código do texto: T154962
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Noris Roberts
Venezuela, 48 anos
135 textos (2622 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:23)
Noris Roberts