Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ROSA E O CÃO


A rosa era rosa,
a rosa era rubra,
a rosa era branca.

A rosa da mesa vazia,
a rosa do cão que latia
ao homem sozinho na rua.

     Ladra, cão, no meu peito nevado,
     no meu peito mal-assombrado
     que não tem pouso e sossego.
        Cai, rosa,
        silenciosa,
        na minha doce ilusão.

A rosa era rosa
no jardim que eu avistava
do banco frio da rua...

A rosa era rubra
no jarro que imaginava
na casa com que sonhei...

        O cão na rua latia,
        na minha mesa vazia
        a rosa era branca - a ilusão!
                          Ladra, cão,
                          ladra, cão,
        na minha eterna ilusão!...
                          Cai, rosa,
                          silenciosa,
        na minha eterna ilusão...
 
joaojustiniano@terra.com.br
www.joaojustiniano.net
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 14/05/2006
Código do texto: T156146

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19599 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:27)
João Justiniano