Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ausência IV

Caminho solitário.
era por aqui que passávamos,
bem ali naquele banco
juntos sentávamos...

Hoje, meus dedos
são enlaçados
por essa névoa fria de tua ausência...
Estou tão machucado...

Estou só, como um navio
perdido numa tempestade
no meio do oceano...
Esta me matando essa insanidade...

Não aceito a idéia
de você ter morrido em meu destino...
Sem a tua presença,
me sinto um solitário menino...
Poeta Devaneador
Enviado por Poeta Devaneador em 20/05/2006
Código do texto: T159655

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (cite Itamar Eduardo Gonçalves de Oliveira e eduardogoncalves@hotmail.fr) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Devaneador
Rondonópolis - Mato Grosso - Brasil, 29 anos
82 textos (3896 leituras)
1 e-livros (99 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:58)
Poeta Devaneador