Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando se cala, o poeta....

Quando se cala, o poeta...
É Por que não há mais festa,
Não solta mais a emoção,
Perdeu a sua inspiração.

Seria grande sua tristeza?
Impedindo-o de ver a beleza?
Ou ainda de um sonho despertado,
Com o peito amargurado.

Alguém parou para pensar?
O que faz um poeta se calar?
Um palpite eu arriscaria:
Seria a Falsidade? Hipocrisia?

O que afeta este frágil coração
Alguma doce desilusão?
Ameaçando sua inocência macular
Obrigando-o a meditar.

Palavras passam a faltar,
Rimas não consegue deitar,
As mãos deixam de traduzir
Tudo que almeja sentir.

Mas... o poeta persiste,
Em sua loucura insiste
Enquanto o amor restar,
Inútil, ele não irá se calar.
Rofan
Enviado por Rofan em 15/05/2005
Código do texto: T17025
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rofan
São Paulo - São Paulo - Brasil, 54 anos
84 textos (4610 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:32)
Rofan